Header Ads

Richa entrega 80 novas ambulâncias para prefeituras e consórcio de saúde


O governador Beto Richa entregou nesta terça-feira (17), em Curitiba, um novo lote de ambulâncias para ampliar a frota da saúde disponível em todas as regiões do Estado. Foram investidos R$ 7,6 milhões na aquisição dos 80 veículos, totalmente equipados para o transporte adequado de pacientes. Também foram entregues quatro veículos que auxiliarão nas ações do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). 

As ambulâncias são do modelo Renault Master e foram entregues a 77 municípios, ao Consórcio Intermunicipal de Saúde da Costa Oeste do Paraná, ao Pequeno Cotolengo e ao Hospital da APMI, em União da Vitória. Elas poderão ser utilizadas para o resgate e transferência de pacientes entre serviços de saúde.

Em cinco anos, o Governo do Estado já distribuiu 2.188 veículos para o transporte na área da saúde a hospitais e municípios paranaenses, dos quais 560 ambulâncias. “Melhoramos muito o atendimento na área da saúde pública no Estado, mesmo com a ausência de apoio do governo federal, que bloqueou recursos do setor para o Paraná”, disse Richa.

O governador destacou que o Estado garante, com recursos próprios, a ampliação do atendimento no setor. “Conseguimos avançar, garantindo investimentos em programas que ajudam no funcionamento hospitais públicos e filantrópicos e na aquisição de equipamentos. Mantemos boa parceria com as prefeituras e os consórcios municipais de saúde também no atendimento do Siate e Samu”, explicou. 

Richa declarou que o aumento dos investimentos é possível porque o Paraná se antecipou à crise e promoveu o ajuste fiscal, que garante recursos para apoiar todos os municípios. “O Paraná avança em meio à crise econômica nacional e é o único estado a conceder o reajuste do funcionalismo. Iremos investir, neste ano, R$ 8 bilhões em todas as áreas e regiões do Estado”, afirmou.

SEGURANÇA E AGILIDADE – O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, explicou que os novos veículos trazem mais agilidade e segurança aos pacientes. “O transporte de pacientes deve ser feito em veículos que tenham condições de trafegar em nossas estradas”, disse o secretário. 

Ele destacou que, além das ambulâncias, o Governo do Estado já entregou aos municípios ônibus e vans para o transporte sanitário intermunicipal e carros pequenos para a saúde da família. “Nenhum município do Paraná ficou de fora. O governo trabalha pensando em todo o Paraná, na sustentabilidade de todas as regiões e esse é um processo que não vai parar”, afirmou.

O secretário também citou a organização do transporte aéreo na área saúde. O atendimento com os helicópteros do Estado contribuiu para reduzir em 27% o número de vítimas fatais em acidentes de trânsito e fez com que o Paraná saltasse da décima para a terceira posição entre os estados com o maior número de transplantes. “É um sistema que está a serviço da vida. No governo Beto Richa, a vida prevalece”, ressaltou. 

URGÊNCIA E EMERGÊNCIA – Em pequenos municípios, a ambulância é essencial no atendimento às situações de urgência e emergência. Quando um paciente necessita de serviços de maior complexidade, ele deve ser transferido para um hospital de referência em sua região. Para isso, o transporte tem que ter a estrutura necessária para o deslocamento.

É o caso do município de Terra Roxa, no Oeste do Estado, onde os pacientes da emergência ou de especialidades médicas são deslocados para o atendimento em Toledo ou Cascavel. “São deslocamentos diários de 100 ou 150 quilômetros. Por isso os veículos que recebemos do governo estadual são de fundamental importância para o atendimento emergencial”, explicou o prefeito Ivan Reis. “O governador Beto Richa tem feito grande diferença para os municípios estruturarem tanto as unidades básicas de saúde, como os equipamentos e a frota veículos”, disse. 

O prefeito de Ampére, Hélio Manoel Alves, afirmou que o apoio do governo estadual é essencial para a renovação da frota do município. “Este veículo chega em uma hora que o município precisa muito, já que nossa ambulância não tinha mais condições de levar os pacientes a Curitiba”, contou Alves. “Chegando a Ampére ela já será usada para atender à população. Desde que assumi a prefeitura, em 2013, tenho parcerias com o Governo do Estado que tem resultado em bons frutos”, afirmou o prefeito.

As ambulâncias da cidade de Leópolis, no Norte do Paraná, já não tinham mais condições de atender aos 4,2 mil moradores. “Estávamos com dificuldades porque perdemos uma ambulância em um acidente. Conseguimos comprar outra, com recursos do Estado, e agora ganhamos mais esta, que trará melhor qualidade no atendimento”, afirmou a prefeita Cléa de Oliveira. “O governo e a Secretaria da Saúde têm pensado na mobilidade e no bem-estar da população. Além da ambulância, também conseguimos uma nova unidade básica de saúde. Há um olhar especial para satisfazer a carência da nossa população”, declarou Cléa. 

PRESENÇAS - Participaram da solenidade a vice-governadora Cida Borghetti; o secretário-chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni; os secretários da Segurança Pública, Wagner Mesquita; da Comunicação Social, Márcio Villela; da Fazenda, Mauro Ricardo Costa; da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Junior; do Esporte e Turismo, Douglas Fabrício; e da Educação, Ana Seres; o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano; o diretor do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) Orlando Pessuti; e os deputados estaduais Luiz Cláudio Romanelli, Guto Silva, Tiago Amaral, Élio Rush, Doutor Batista, Tião Medeiros, Felipe Francischini, Cobra Repórter, José Carlos Schiavinato, André Bueno, Márcio Nunes, Fernando Scanavaca, Paulo Litro, Jonas Guimarães, Stephanes Junior; Francisco Buhrer, Alexandre Guimarães, Mara Lima, Cláudia Pereira, Alexandre Curi, Bernardo Carli, Hussein Bakri e Vilmar Recheimback.

BOX

Municípios beneficiados com o novo lote de ambulâncias


Adrianópolis, Alto Piquiri, Alvorada do Sul, Ampére, Andirá, Astorga, Boa Ventura do São Roque, Borrazópolis, Campo Largo, Centenário do Sul, Colorado, Contenda, Cornélio Procópio, Coronel Vivida, Douradina, Doutor Camargo, Doutor Ulysses, Fazenda Rio Grande, Flórida, General Carneiro, Goioxim, Grandes Rios, Guaíra, Guapirama, Guaraqueçaba, Iporã, Iracema do Oeste, Itaipulândia, Itaperuçu, Ivaí, Jundiaí Do Sul, Kaloré, Leópolis, Loanda, Mandaguaçu, Mandirituba, Marechal Cândido Rondon, Marmeleiro, Matelândia, Morretes, Nova Olímpia, Nova Prata do Iguaçu, Ortigueira, Ourizona, Palmital, Paraíso do Norte, Pérola, Pinhalão, Pinhão, Piraí Do Sul, Pitanga, Porto Amazonas, Rio Branco Do Sul, Rio Negro, Rolândia, Roncador, Sabáudia, Salto do Lontra, Santa Fé, Santa Helena, Santo Antônio do Caiuá, São José dos Pinhais, São Pedro do Iguaçu, São Sebastião da Amoreira, Sapopema, Sengés, Terra Roxa, Tibagi, Toledo, Três Barras Do Paraná, Turvo, Ubiratã, Umuarama, Ventania e Xambrê.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:

www.pr.gov.br e www.facebook.com/governopr

O governador Beto Richa entregou nesta terça-feira (17), em Curitiba, um novo lote de ambulâncias para ampliar a frota da saúde disponível em todas as regiões do Estado. Foram investidos R$ 7,6 milhões na aquisição dos 80 veículos, totalmente equipados para o transporte adequado de pacientes. Também foram entregues quatro veículos que auxiliarão nas ações do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). 

As ambulâncias são do modelo Renault Master e foram entregues a 77 municípios, ao Consórcio Intermunicipal de Saúde da Costa Oeste do Paraná, ao Pequeno Cotolengo e ao Hospital da APMI, em União da Vitória. Elas poderão ser utilizadas para o resgate e transferência de pacientes entre serviços de saúde.

Em cinco anos, o Governo do Estado já distribuiu 2.188 veículos para o transporte na área da saúde a hospitais e municípios paranaenses, dos quais 560 ambulâncias. “Melhoramos muito o atendimento na área da saúde pública no Estado, mesmo com a ausência de apoio do governo federal, que bloqueou recursos do setor para o Paraná”, disse Richa.

O governador destacou que o Estado garante, com recursos próprios, a ampliação do atendimento no setor. “Conseguimos avançar, garantindo investimentos em programas que ajudam no funcionamento hospitais públicos e filantrópicos e na aquisição de equipamentos. Mantemos boa parceria com as prefeituras e os consórcios municipais de saúde também no atendimento do Siate e Samu”, explicou. 

Richa declarou que o aumento dos investimentos é possível porque o Paraná se antecipou à crise e promoveu o ajuste fiscal, que garante recursos para apoiar todos os municípios. “O Paraná avança em meio à crise econômica nacional e é o único estado a conceder o reajuste do funcionalismo. Iremos investir, neste ano, R$ 8 bilhões em todas as áreas e regiões do Estado”, afirmou.

SEGURANÇA E AGILIDADE – O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, explicou que os novos veículos trazem mais agilidade e segurança aos pacientes. “O transporte de pacientes deve ser feito em veículos que tenham condições de trafegar em nossas estradas”, disse o secretário. 

Ele destacou que, além das ambulâncias, o Governo do Estado já entregou aos municípios ônibus e vans para o transporte sanitário intermunicipal e carros pequenos para a saúde da família. “Nenhum município do Paraná ficou de fora. O governo trabalha pensando em todo o Paraná, na sustentabilidade de todas as regiões e esse é um processo que não vai parar”, afirmou.

O secretário também citou a organização do transporte aéreo na área saúde. O atendimento com os helicópteros do Estado contribuiu para reduzir em 27% o número de vítimas fatais em acidentes de trânsito e fez com que o Paraná saltasse da décima para a terceira posição entre os estados com o maior número de transplantes. “É um sistema que está a serviço da vida. No governo Beto Richa, a vida prevalece”, ressaltou. 

URGÊNCIA E EMERGÊNCIA – Em pequenos municípios, a ambulância é essencial no atendimento às situações de urgência e emergência. Quando um paciente necessita de serviços de maior complexidade, ele deve ser transferido para um hospital de referência em sua região. Para isso, o transporte tem que ter a estrutura necessária para o deslocamento.

É o caso do município de Terra Roxa, no Oeste do Estado, onde os pacientes da emergência ou de especialidades médicas são deslocados para o atendimento em Toledo ou Cascavel. “São deslocamentos diários de 100 ou 150 quilômetros. Por isso os veículos que recebemos do governo estadual são de fundamental importância para o atendimento emergencial”, explicou o prefeito Ivan Reis. “O governador Beto Richa tem feito grande diferença para os municípios estruturarem tanto as unidades básicas de saúde, como os equipamentos e a frota veículos”, disse. 

O prefeito de Ampére, Hélio Manoel Alves, afirmou que o apoio do governo estadual é essencial para a renovação da frota do município. “Este veículo chega em uma hora que o município precisa muito, já que nossa ambulância não tinha mais condições de levar os pacientes a Curitiba”, contou Alves. “Chegando a Ampére ela já será usada para atender à população. Desde que assumi a prefeitura, em 2013, tenho parcerias com o Governo do Estado que tem resultado em bons frutos”, afirmou o prefeito.

As ambulâncias da cidade de Leópolis, no Norte do Paraná, já não tinham mais condições de atender aos 4,2 mil moradores. “Estávamos com dificuldades porque perdemos uma ambulância em um acidente. Conseguimos comprar outra, com recursos do Estado, e agora ganhamos mais esta, que trará melhor qualidade no atendimento”, afirmou a prefeita Cléa de Oliveira. “O governo e a Secretaria da Saúde têm pensado na mobilidade e no bem-estar da população. Além da ambulância, também conseguimos uma nova unidade básica de saúde. Há um olhar especial para satisfazer a carência da nossa população”, declarou Cléa. 

PRESENÇAS - Participaram da solenidade a vice-governadora Cida Borghetti; o secretário-chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni; os secretários da Segurança Pública, Wagner Mesquita; da Comunicação Social, Márcio Villela; da Fazenda, Mauro Ricardo Costa; da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Junior; do Esporte e Turismo, Douglas Fabrício; e da Educação, Ana Seres; o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano; o diretor do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) Orlando Pessuti; e os deputados estaduais Luiz Cláudio Romanelli, Guto Silva, Tiago Amaral, Élio Rush, Doutor Batista, Tião Medeiros, Felipe Francischini, Cobra Repórter, José Carlos Schiavinato, André Bueno, Márcio Nunes, Fernando Scanavaca, Paulo Litro, Jonas Guimarães, Stephanes Junior; Francisco Buhrer, Alexandre Guimarães, Mara Lima, Cláudia Pereira, Alexandre Curi, Bernardo Carli, Hussein Bakri e Vilmar Recheimback.

BOX

Municípios beneficiados com o novo lote de ambulâncias


Adrianópolis, Alto Piquiri, Alvorada do Sul, Ampére, Andirá, Astorga, Boa Ventura do São Roque, Borrazópolis, Campo Largo, Centenário do Sul, Colorado, Contenda, Cornélio Procópio, Coronel Vivida, Douradina, Doutor Camargo, Doutor Ulysses, Fazenda Rio Grande, Flórida, General Carneiro, Goioxim, Grandes Rios, Guaíra, Guapirama, Guaraqueçaba, Iporã, Iracema do Oeste, Itaipulândia, Itaperuçu, Ivaí, Jundiaí Do Sul, Kaloré, Leópolis, Loanda, Mandaguaçu, Mandirituba, Marechal Cândido Rondon, Marmeleiro, Matelândia, Morretes, Nova Olímpia, Nova Prata do Iguaçu, Ortigueira, Ourizona, Palmital, Paraíso do Norte, Pérola, Pinhalão, Pinhão, Piraí Do Sul, Pitanga, Porto Amazonas, Rio Branco Do Sul, Rio Negro, Rolândia, Roncador, Sabáudia, Salto do Lontra, Santa Fé, Santa Helena, Santo Antônio do Caiuá, São José dos Pinhais, São Pedro do Iguaçu, São Sebastião da Amoreira, Sapopema, Sengés, Terra Roxa, Tibagi, Toledo, Três Barras Do Paraná, Turvo, Ubiratã, Umuarama, Ventania e Xambrê.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:

www.pr.gov.br e www.facebook.com/governopr

Tecnologia do Blogger.