Entendendo a história

Não pense que parcelar as compras é algo reservado apenas a quem ganha um salário mínimo e resolve comprar um novo iPhone ou a quem quer fazer as compras do mês sem ficar no vermelho. Como é comum em boa parte dessas operações de grande porte no mercado, decidiu-se que o pagamento pela utilização da frequência de transmissão de ondas seria dividido em parcelas.
A partir daí, porém, as empresas de telefonia mudaram de atitude
O primeiro vencimento ocorreu um mês depois de a negociação ter sido feita, no valor de 30% do total. A partir daí, porém, as empresas de telefonia mudaram de atitude. Isso porque a segunda parcela – também de 30% – que seria paga no dia 31 de janeiro de 2016 foi adiada para 31 de janeiro deste ano, somando-se ao terceiro depósito, com a mesma data e o mesmo valor. Os 10% restante devem ser quitados na quarta parcela, prevista para ser liquidada em 31 de janeiro de 2018.
Caso as operadoras se revelem más pagadoras e atrasem qualquer uma das transferências, foi definido pelo edital que elas terão que pagar multa moratória de 0,33% ao dia, até o limite de 20%, além da correção monetária. Será que essas empresas vão querer arcar com esse custo extra?